Blog

Prevenção aos acidentes de trabalho: qual é a importância?

A importância da prevenção aos acidentes de trabalho

Reduzir o número de acidentes de trabalho no Brasil é algo que precisa ser feito com máxima urgência, afinal, estudos apontam que a cada 48 segundos um acidente laboral é registado em nosso País. O mais estarrecedor é que 90% dos casos poderiam ser evitados caso as normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho fossem seguidas.

Por isso, hoje, trouxemos para você que é nosso leitor, uma série de medidas preventivas que podem reduzir (e muito) os acidentes de trabalho em empresas e indústrias em geral. Confira a lista e ponha em prática:

Diagnóstico de riscos

Para promover um ambiente seguro ao trabalhador, é preciso conhecer, primeiramente, quais são os riscos aos quais ele está exposto. É a partir da AET (Análise Ergonômica do Trabalho) que será feita a avaliação dos riscos ergonômicos da empresa. E, além de indicar os problemas, é preciso propor soluções capazes de reduzir ou extinguir o perigo existente. O objetivo é melhorar a realização das tarefas laborais e a condição do ambiente de trabalho ao colaborador.

Em relação à ergonomia, a análise deve envolver os seguintes pontos:

  • Levantamento, transporte e descarga individual de materiais;
  • Mobiliário e equipamentos do posto de trabalho;
  • Condições ambientais;
  • Organização do trabalho.

Além disso, de acordo com a norma regulamentadora número 4 (NR 4), deve-se fazer a Análise Preliminar de Risco (APR). Trata-se de uma técnica que visa à prevenção de acidentes do trabalho a partir da antecipação dos riscos.

Ergonomia

Ao criar um ambiente confortável e seguro (ou seja, ergonômico) para os trabalhadores, eleva-se a produtividade e reduz-se a incidência de diferentes formas de acidentes. Portanto, após realizar a AET (Análise Ergonômica do Trabalho), o próximo passo é instituir as medidas ergonômicas:

  • Adaptação do mobiliário;
  • Fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPI);
  • Fornecimento de equipamentos que permitam que o colaborador fique em uma boa postura na execução das tarefas. Entram aqui suportes para notebooks, mouse pad com apoio para o pulso, apoio para os pés etc.
  • Incentivo às pausas dos colaboradores para alongamento;
  • Realização de atividades que fortaleçam a musculatura e incentivem uma boa postura no ambiente de trabalho, como a ginástica laboral.

Promova ações de saúde e qualidade de vida

É preciso trabalhar em prol da saúde e da qualidade de vida. É por isso que podemos considerar as ações que aumentam o bem-estar no trabalho como preventivas para acidentes. Afinal, uma pessoa sob estresse ou sofrendo de fraqueza muscular, dores crônicas ou cansaço está muito mais sujeita a se desconcentrar e acabar sofrendo um acidente.

Exemplos de ações importantes:

  • Ginástica laboral;
  • Fisioterapia preventiva;
  • Quick massagem;
  • Palestras de educação em saúde.

Eduque os colaboradores

A análise de riscos é importante, assim como a adoção de medidas que ajudem a melhorar o ambiente de trabalho. Contudo, sem a conscientização dos colaboradores, os resultados dos programas ergonômicos podem não ser tão eficazes na redução de acidentes de trabalho.

Os programas de conscientização e educação dos colaboradores são essenciais para a redução dos acidentes de trabalho, conforme apontam estudos recentes.  A partir de palestras, cartazes ilustrativos, frases educativas e alertas de segurança, a empresa consegue ensinar à equipe quais são os riscos de acidente e ergonômicos aos quais ela está exposta.

Invista na prevenção de acidentes de trabalho

Sim, seguir à risca a norma de ergonomia pode representar grandes vantagens para as empresas, extrapolando a questão legal. Isso porque os acidentes de trabalho são situações problemáticas para o meio corporativo como um todo.

Gestores, colaboradores e a própria companhia saem prejudicados. Seja simples ou complexo, o acidente envolve uma séria de complicações, impactando diretamente a produtividade e o desempenho da equipe.

Essas situações servem como exemplo e auxiliam na constatação de que, com a utilização de equipamentos de segurança, explicações sobre posturas corretas, ações que promovam a ergonomia e cuidados de saúde no trabalho, a incidência de acidentes sofre significativa redução.

Sua indústria promove esses cuidados e investe em EPIs?