Blog

Tipos de biqueira dos calçados profissionais e suas indicações de uso

Um calçado profissional é classificado de acordo com a proteção que oferece diante de possíveis riscos que cada atividade pode oferecer. E essa proteção está atrelada aos materiais utilizados na sua confecção, tipos de biqueira e de palmilhas.

Já falamos aqui sobre dicas para escolher o calçado de segurança e sobre as diferenças entre sapato e bota de segurança. E neste artigo, vamos falar sobre os tipos de biqueira, suas características e indicações.

Se você quer entender mais sobre esse assunto, continua com a gente aqui. Este post irá passar pelos seguintes tópicos:

  • O que é uma biqueira e qual a sua função?
  • Biqueira de aço
  • Biqueira de composite
  • Biqueiras de polipropileno e true line

O que é uma biqueira e qual a sua função?

A biqueira é um item que compõe o calçado de segurança e fica localizada na parte dianteira embaixo do cabedal. A sua principal função é proteger os pés do trabalhador em locais onde há riscos de impacto de objetos, agentes cortantes, pisadas, topadas, entre outros.

As normas técnicas que regulamentam os calçados de segurança são a ABNT NBR ISO 20344 (EPI – Métodos de Ensaio para Calçados) e ABNT NBR ISO 20345 (EPI – Calçado de Segurança).

Neste contexto, para ser considerado um sapato de segurança, é preciso ter a biqueira de aço ou de composite. Mas não basta ter esses tipos de biqueira, pois é importante que as mesmas sejam aprovadas em testes laboratoriais contra impactos no nível de energia de, no mínimo, 200 J (joules) e de resistência à compressão do bico de, no mínimo, 15 kN (quilonewton).

Além das biqueiras de aço e composite, existem as confeccionadas em polipropileno (conhecida por PP ou PVC) e true line. A seguir falaremos mais sobre os tipos de biqueira e suas características.

Biqueira de aço

Este tipo de biqueira, como o próprio nome mostra, é feita de aço. É o componente mais tradicional no mercado de EPIs para os pés.

Seguindo as normas técnicas da ABNT, suporta impactos no nível de energia de, no mínimo, 200 J e de resistência à compressão do bico de, no mínimo, 15 kN.

O calçado com biqueira de aço é indicado para profissionais que trabalham com transporte, carga e descarga de material, construção civil.

Biqueira de composite

A biqueira de composite é confeccionada a partir da combinação de fibra de carbono, vidro e poliéster.  É uma tecnologia mais recente em comparação ao aço, mas vem ganhando bastante espaço no mercado de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os pés.

Oferece a mesma proteção contra impactos que a biqueira de aço. Resistência a impactos no nível de energia de, no mínimo, 200 J e de resistência à compressão do bico de, no mínimo, 15 kN

Esta biqueira é mais leve se comparada a de aço. Além disso, não é corrosiva e, em casos de impactos de alto nível, não produz o “efeito guilhotina”, pois o composite se esfarela antes de danificar o pé do trabalhador.

A biqueira de composite não é condutiva, sendo indicada, especialmente, para o trabalho com energia elétrica. Outras indicações são para profissionais que trabalham com transporte, carga e descarga de material e construção civil.

Biqueiras de polipropileno e true line

A biqueira de polipropileno (também conhecida pelas siglas PP ou PVC) é utilizada na confecção dos calçados ocupacionais, sendo classificada como uma biqueira de conformação da parte frontal. Da mesma maneira, a true line é usada com o objetivo de dar forma aos calçados ocupacionais.

Portanto estas biqueiras não configuram um calçado de proteção ou segurança conforme as normas da ABNT. São indicadas para atividades que oferecem baixo risco, como prestadores de serviços, área de produção, serviços gerais.

O polipropileno e o true line são materiais que podem ser moldados quando submetido a temperaturas elevadas, por isso são classificados como termoplásticos.

Precisa de ajuda? Converse conosco