Blog

Como fazer um treinamento de EPI?

Além de fornecer os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequados, é responsabilidade do empregador orientar e dar treinamento de EPI aos colaboradores. De acordo com a NR 6, a empresa deve treinar o trabalhador sobre o uso adequado, a guarda e a conservação dos equipamentos.

O treinamento é uma ação importante quando o assunto é a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, pois contribui para a conscientização dos colaboradores e o bem-estar de todos no ambiente de trabalho.

Ao fazer uso dos EPIs, é indispensável que o trabalhador conheça os riscos aos quais está exposto, saiba quais equipamentos são indicados, qual a forma correta de utilizá-los e de conservá-los. Tudo isto também está previsto na NR 6, que traz as obrigações do empregado em relação à segurança no trabalho.

Por isso, o treinamento de EPIs deve abordar diversos temas, como a qualidade de vida, riscos da atividade, aspectos legais da segurança do trabalho e acidentes mais comuns. E, principalmente, ensinar como utilizar e conservar os EPIs e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva).

É importante lembrar que uma mesma empresa pode oferecer diferentes tipos de riscos aos trabalhadores, de acordo com a atividade desenvolvida. Portanto, o profissional de segurança do trabalho deverá identificar as particularidades de cada setor e adaptar o treinamento para cada realidade.

Quando fazer um treinamento de EPI?

O treinamento de EPI deve ser feito em diversos momentos para criar a cultura de segurança do trabalho entre os colaboradores da empresa. Afinal, bons EPIs aliados a trabalhadores conscientes de sua responsabilidade garantem ótimos resultados na prevenção de acidentes.

Um dos momentos para realizar o treinamento é na integração de novos colaboradores. Apresentar os EPIs, informar sobre os riscos e destacar a importância do uso dos equipamentos para a segurança no dia a dia do trabalho.

A SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho) também é um ótimo momento para realizar cursos, promover palestras ou outras ações voltadas à proteção individual e coletiva.

Outra possibilidade é promover os Diálogos de Segurança (DDS), que é uma prática adotada por empresas para falar sobre prevenção a acidentes e boas práticas de segurança do trabalho. São reuniões rápidas, entre 5 e 15 minutos, com o objetivo de conscientizar os colaboradores para minimizar os riscos no trabalho.

Independentemente do formato escolhido, é indispensável planejar cada treinamento para saber qual o tempo destinado à atividade, quantas pessoas vai atingir, qual o melhor horário e dia para realizar e quais temas vai abordar.

E, por último, defina como será avaliada a aprendizagem dos participantes. A partir dessa avaliação é possível analisar como foi o treinamento e pensar em melhorias que sejam necessárias para os próximos.

Quais os conteúdos para abordar no treinamento?

Faça uma apresentação detalhada dos EPIs aos colaboradores, mostrando as partes componentes e a funcionalidade de cada uma. A partir do momento que o profissional entende o propósito de cada equipamento, a probabilidade de utilizá-lo de forma correta aumenta.

Por isso, é importante que o treinamento de EPI tenha a parte prática. Deixe os participantes manusearem os equipamentos e aprenderem como se ajusta cada um deles. E explique sobre a durabilidade, a manutenção correta e qual a periodicidade de troca.

Outra abordagem interessante é falar sobre os riscos de não usar os EPIs ou de usar de maneira incorreta. Apresente estatísticas sobre acidentes disponibilizados pelo Ministério do Trabalho, trabalhe com estudos de casos e incentive os colaboradores a analisar porque ocorreu determinado acidente e o que poderia ser feito para evitá-lo.

Para os DDS, por exemplo, traga casos da empresa, focando em temas que a equipe da segurança do trabalho identifique que precisa de melhoria para minimizar os riscos. Em um bate-papo rápido é possível apresentar algum ponto crítico identificado e reforçar os cuidados com a proteção e segurança no dia a dia do trabalho.

 

A segurança do trabalho é uma das principais áreas de qualquer empresa, pois visa garantir a integridade física de todos os trabalhadores, promovendo um ambiente seguro para o desenvolvimento das atividades. Por isso, o treinamento de EPI tem um papel importante na minimização dos riscos e prevenção de acidentes de trabalho.

Precisa de ajuda? Converse conosco