Blog

7 benefícios da ginástica laboral

A ginástica laboral é uma atividade focada na saúde e na qualidade de vida dos trabalhadores. A sua prática atende à NR 17, que trata sobre a ergonomia no ambiente de trabalho. Nesse sentido, a ginástica laboral contribui para garantir a saúde, reduzir as doenças ocupacionais e contribuir para o bom desempenho do colaborador.

   

Realizada durante o expediente do trabalho, normalmente tem a duração entre 10 a 15 minutos. Os exercícios são baseados em técnicas de alongamento, respiração, percepção corporal, reeducação postural e compensação dos músculos.

Para que sejam realizados os exercícios adequados e com a execução correta, a ginástica laboral deve ser orientada por profissionais de educação física ou fisioterapia. São eles que têm o conhecimento para planejar os exercícios mais apropriados para cada grupo de trabalhadores de acordo com as funções diárias.

De acordo com a NR 17, uma das medidas de prevenção é aplicar pausas durante o expediente. Assim, a ginástica laboral contribui para reduzir os efeitos negativos de determinadas atividades.

Esta prática é indicada para todos os funcionários da empresa, independentemente da idade e do cargo ocupado. Seja para profissionais que fazem muitos movimentos repetitivos, realizam tarefas que exigem grande esforço físico ou mental, trabalham com a movimentação de cargas e pesos ou exercem atividades que induzem a posturas inadequadas.

   

Como já falamos acima, a prática destes exercícios ajuda a melhorar a saúde e promover a qualidade de vida dos trabalhadores. E a seguir, queremos detalhar quais os benefícios que a ginástica laboral traz tanto para os colaboradores, quanto para a empresa.

1. Prevenção de doenças ocupacionais

A Lesão por Esforço Repetitivo (LER) e os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) são as doenças ocupacionais mais comuns no ambiente de trabalho. Elas são consequência tanto da repetição de movimentos ao longo do dia quanto da má postura durante o trabalho.

Por isso, os exercícios proporcionados pela ginástica laboral são ótimos para fazer uma pausa na rotina com um bom alongamento e relaxamento dos músculos. Assim, colabora para a prevenção das doenças relacionadas à rotina de trabalho.

2. Redução dos acidentes de trabalho

Os movimentos realizados na ginástica laboral contribuem, também, para o aumento do foco e atenção durante o trabalho. Ou seja, ajuda o colaborador a ter mais consciência dos seus limites corporais e do momento certo para realizar as pausas necessárias ao longo do expediente.

A partir dos exercícios e da consciência corporal, o resultado é a redução dos acidentes de trabalho provocados pelo esforço repetitivo e posturas inadequadas.

3. Redução do absenteísmo

Com a prevenção das doenças ocupacionais e redução dos acidentes de trabalho, a ginástica laboral reflete na diminuição de faltas e afastamento dos trabalhadores para tratamento de problemas de saúde.

Um ambiente de trabalho seguro e o aumento da atenção proporcionado pelos exercícios laborais, reduz a ocorrência de possíveis lesões e dores. A realização das pausas e dos exercícios físicos garante um menor custo ao empregador, que irá investir na prevenção, reduzindo as despesas geradas por acidentes ou afastamentos médicos.

4. Melhora o condicionamento físico

Apesar de parecerem simples, os exercícios ajudam a melhorar a flexibilidade, coordenação, resistência, respiração e compensação muscular. Contribui, ainda, para uma maior mobilidade e restabelecimento da postura.

Assim, a ginástica laboral proporciona a melhora da disposição e o bem-estar para enfrentar o dia-a-dia no trabalho.

5. Redução do sedentarismo

Por mais que seja um tempo curto de exercícios diários, a ginástica laboral proporciona a redução do sedentarismo. Com a prática dos exercícios, é possível diminuir o estresse e ansiedade, que podem ser causados pela rotina.

Além disso, esta prática pode ser um estímulo para iniciar outras atividades físicas fora do trabalho.

6. Aumento da produtividade

As pausas e os exercícios laborais proporcionam bem-estar e ajudam a aumentar o foco do trabalhador. A partir destes benefícios, o funcionário se sente mais concentrado para desenvolver as atividades e mais comprometido com a produtividade.

7. Melhora a imagem da empresa

Como já citamos, a ginástica laboral é uma ótima aliada da NR 17, pois contribui para a ergonomia do trabalho e prepara o colaborador para a execução de suas atividades.

Ao proporcionar as pausas e a ginástica laboral, a empresa mostra que se preocupa com a qualidade de vida dos trabalhadores. Isso reflete na imagem positiva da empresa e colabora para a retenção de talentos.

A Kadesh promove a ginástica laboral para todos os colaboradores da produção e do setor administrativo, desde 2011. Os exercícios são orientados por profissionais de educação física e acontecem diariamente.

Além disso, para os operadores de máquina de costura, foi desenvolvido um material impresso com alongamentos para mãos e punhos, para que possam fazer pausas ao longo do dia e realizar os exercícios.

Estes alongamentos foram escolhidos com o auxílio do Prof. Junior, profissional responsável pela ginástica laboral na Kadesh. O cartão com as orientações para os exercícios está fixado na mesa de trabalho do operador, para que o mesmo visualize com facilidade e lembre-se de realizar os movimentos.

Precisa de ajuda? Converse conosco